Hospitais de Itabuna terão que fornecer EPIs e fazer testes

A Vara do Trabalho de Itabuna, no sul da Bahia, determinou que dois hospitais da cidade forneçam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e façam testes do coronavírus em todos os funcionários. A região sul é motivo de preocupação das autoridades em saúde do estado por causa da rápida disseminação do Covid-19. A juíza Telma Alves Souto acatou um pedido de dois sindicatos dos profissionais de saúde de Itabuna e região. A Santa Casa de Misericórdia e a Fundação Fernando Gomes terão que fornecer os EPIs no prazo de até 5 dias úteis e realizar os testes no prazo de 48h. A direção da Fundação Fernando Gomes informou que já foi notificada da decisão e vai adotar as providências necessárias. Já a Santa Casa disse que já fornece aos colaboradores todos os equipamentos de proteção necessários e que está se esforçando para testar 100% da equipe. Depois de Salvador, as cidades de Ilhéus e Itabuna são as que registraram mais casos do coronavírus, com 193 e 159, respectivamente. Por causa dessa situação, foi preciso triplicar o número de leitos na região cacaueira. Em entrevista nas redes sociais na última sexta-feira (24), o governador Rui Costa falou sobre a possibilidade de lockdown [fechamento total] nos municípios de Itabuna e Ilhéus, por causa do aumento acelerado dos casos da doença. Ele disse que, se for mantido o crescimento do número de infectados da região, pretende editar um decreto estadual proibindo a circulação total de pessoas nas ruas. “Se isso não for feito, haverá dezenas de mortes em Ilhéus e Itabuna. Não há condição de manter essa taxa de 20% e até 30% de crescimento de casos em um dia”, afirmou na ocasião. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.