Latrocida flagrado pela Polícia Rodoviária Federal em Itabuna

VITIMA
José Edvan Silva, 39 anos, confessou ter matado um motorista de Uber, na região de Praia Grande, litoral de São Paulo. Ele foi preso nesta sexta-feira (31), em Itabuna, quando tentava passar pelo Posto da Polícia Rodoviária Federal, dirigindo o carro da vítima. A rota de fuga do acusado, que pretendia voltar para Alagoas, sua antiga morada, foi interrompida no momento em que os agentes pediram seus documentos. Ele simplesmente apresentou a carteira de habilitação da vítima, Jonas Costa (foto), 37 anos, a quem matou com vários golpes de faca. Os policiais logo desconfiaram e, ali mesmo, no Posto da PRF, Edvan acabou confessando o bárbaro crime. O homem viajava em companhia da esposa e dos dois filhos – uma menina de apenas dois anos e um menino de 12. A mulher, ao que tudo indica, não sabia do assassinato que o marido havia cometido. Pensava que ele estava preso somente pelo roubo do veículo - um Chevrolet Prisma, verde, de placa ENS-7985 (Barra Grande-SP)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.