Clóvis Loiola tem mandado de prisão cumprido e ficará em regime semiaberto no Conjunto Penal de Itabuna

Depois de tomar conta dos noticiários e ser acusado de estar envolvido em polêmicas no início dessa semana, o ex-presidente da câmara de vereadores Clóvis Loiola teve seu mandado de prisão da Justiça Federal cumprido nesta quinta-feira (04). O ex-vereador foi condenado por participação em um esquema por desviar dinheiro público entre 2009 e 2010. Preso desde terça-feira (2) em Ilhéus, ele foi transferido para o Conjunto Penal de Itabuna, onde cumprirá a pena em regime semiaberto. De acordo com a Polícia Federal, foram mais de R$ 2 milhões de prejuízo causado aos cofres públicos decorrente do esquema de corrupção. A ordem de prisão cumprida hoje foi expedida pela juíza Maizia Pomponet, da subseção da Justiça Federal em Itabuna. Entretanto, o nome do ex-parlamentar Clóvis Loiola ganhou as manchetes recentemente por outro motivo. Um funcionário do Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, acionou a Polícia Militar quando a filha de uma paciente informou que o ex-presidente da Câmara de Itabuna havia cobrado para encaminhar a mãe dela para cirurgia.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.