Estrutura precária que restou do shopping popular está com os dias contados

 

Ficou autorizado na quarta-feira (19) pelo juiz Ulysses Maynard, da fazenda pública, a demolição do Shopping Popular. A decisão atende ao pedido feito pela prefeitura, juntamente com o Ministério Público.

Já com partes rompidas por desmoronamento, a obra começou apresentar falhas estruturais desde 2016. Assim que assumiu a prefeitura em 2017, o prefeito Fernando Gomes estabeleceu uma comissão técnica para viabilizar a situação da obra.

Em entrevista concedida à Record TV Cabrália, o prefeito Fernando Gomes afirmou não ter recebido nenhuma documentação em mãos. Ele afirmou que assim que receber a autorização, fará o orçamento para repassar a quem deve arcar com os custos. O prefeito reafirmou a isenção da prefeitura diante dos gastos com essa demolição. A obra custou cerca de R$ 2 milhões aos cofres públicos.
 

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.