Após um ano, permanece sem resposta o assassinato do ex-assessor político Muniz

Antônio Muniz foi achado morto com sinais de estrangulamento, em Itabuna — Foto: Divulgação/Acari-Comunicação & Cidadania

O crime cometido 3  Junho de 2018, contra Antônio José Pinto Muniz, uma pessoa alegre, empática e bondosa com todos, permanece sem respostas, deixando amigos e familiares entristecidos e completamente inconformados. Já fez um ano e nenhuma resposta foi dado pela justiça, com isso o criminoso segue impune.

O ex-assessor político e membro de uma ONG, conhecido como Muniz foi encontrado morto ao lado do próprio carro, com sinais de estrangulamento. E a um ano a família e amigos sofrem com essa brutalidade.

É inconcebível que um ato de tamanha crueldade e frieza, seja esquecido e isento. É preciso, urgentemente, que a justiça seja feita. Cobramos aqui do poder público, que uma resposta seja dada sobre esse crime.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.