Suspeitos de matarem professora são presos em Juazeiro


O mandante e um dos executores da morte da professora Élida Márcia de Oliveira Nascimento Souza tiveram mandados de prisão temporária cumpridos por policiais da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro), após serem apresentados por policiais militares no Complexo Policial daquela cidade, neste domingo (10). Railton Lima da Silva e Edivan Constantino de Morais foram presos durante uma abordagem de rotina de policiais militares de Juazeiro, quando a motocicleta utilizada no crime também foi encontrada.
Élida Márcia foi assassinada a tiros, na presença do marido e da filha, dentro de um carro em frente da casa onde morava, no dia 20 de fevereiro. Imagens de câmeras de vigilância auxiliaram policiais da Delegacia de Homicídios de Juazeiro (DH/Juazeiro) e da 17ª Coorpin, na identificação do criminoso e da motocicleta utilizada no crime. Railton apontou Edivan Constantino como mandante do homicídio.
Conforme as investigações, a filha de Edivan Constantino, que é ex-namorada do companheiro da professora, não aceitava o fim da relação, ocorrida antes da união do homem com Élida Márcia. Railton confessou que Constantino encomendou a morte para que a professora deixasse de ser um obstáculo para a filha dele. Edivan já tem passagem por homicídio. Os dois presos serão encaminhados para audiência de custódia e as investigações 

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.