Gastos acima de 4 milhões será feito pelo governo Bolsonaro para compra de papelaria para escritório



Economizar: um verbo imperativo que é regra em muitos lares brasileiros e, até, em órgãos públicos. No final do ano passado, diversas prefeituras ficaram no “vermelho”, devendo a funcionários e outras chegaram a atrasar o 13º salário. Contudo, enquanto uns economizam, para ouros isso não é preocupação. Contrariando as notícias de diminuição no repasse das verbas federais a estados por falta de recursos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) vai gastar R$ 4,5 milhões, neste ano, com materiais impressos como bloco de anotações e adesivos. A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.
Segundo a colunista, dois editais foram publicados no site da Secretaria da Presidência e incluem confecções de 70 mil adesivos com a imagem do brasão nacional e outros 70 mil com a bandeira do Brasil; 900 “mouse pads”; 5.950 blocos de anotação com 50 páginas cada e 3.000 agendas personalizadas.
www.politicosdabahia.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.