Quadrilha de clonagem de veículos é alvo de mandados e pode ter relação com morte de Marielle e Anderson



Uma quadrilha especializada em clonagem de veículos é o alvo da Delegacia de Homicídios (DH) nas operações realizadas nesta quinta-feira (13) relacionadas à morte de Marielle Franco (PSOL). Os 15 mandados de prisão foram expedidos pela Justiça num inquérito específico, que não é o que apura o caso da vereadora do Rio de Janeiro.
De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo, a intenção dos mandados de prisão é prender os os integrantes da quadrilha para então chegar aos suspeitos do homicídio. O grupo costuma anotar o número da placa de veículos para então fazer a clonagem, assim como fizeram os autores do crime contra Marielle.
A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro pediu que seja mantido "absoluto sigilo das apurações realizadas", para garantir "o alcance dos autores e mandantes dos crimes investigados". Os mandados de prisão foram cumpridos em endereços no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. A morte de Marielle e de seu motorista, Anderson Gomes, completa nove meses nesta sexta-feira (14).

Bahia notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.