Golpe de estelionato a idosos em Salvador pode chegar a um milhão e dupla de mineiros é presa


Foram apresentados nesta segunda-feira, 17, dois estelionatários que aplicavam golpes com cartões de crédito em idosos na capital baiana. O prejuízo, em vítimas do bairro da Pituba, chega a cerca de R$ 1 milhão. Segundo a polícia, Rondinelli Barista Antônio, 30 anos, e André Luís da Silva, 24 anos, passavam-se por funcionários de um banco e solicitavam a senha das vítimas para realizar saques e compras. A dupla, que é da cidade de Belo Horizonte (MG), atuava em Salvador desde o mês de outubro, quando a polícia registrou a primeira denúncia. As vítimas são idosos de classe média alta, moradores de bairros como Pituba, Itaigara, Caminho das Árvores e Boca do Rio.


Os criminosos ligavam para as vítimas, diziam que o cartão estava clonado e pediam para a pessoa ligar para o número localizado na parte de trás do cartão. Entretanto, eles continuavam na linha, e uma mulher se passava como atendente do banco. Em seguida, Rondinelli ia buscar o cartão na casa da vítima, e a aplicava o golpe utilizando máquinas de cartão. Segundo a delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), responsável pela apresentação, a ação dos criminosos causou um prejuízo de mais de R$ 1 milhão, somente na área da Pituba. A delegada acredita que existam outras vítimas. Rondinelli e André foram presos preventivamente e o material utilizado na ação foi apreendido.




0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.