Câmara de Itabuna em assembleia, ressalta os abusos cometidos com agentes de trânsito no Sesttran





Foi realizada na tarde desta terça-feira, 4, uma sessão especial com as presenças do procurador do município, Luís Fernando Guarnieri, e do titular da Sesttran, Gilberto Santana. Convocada pelo vereador Jairo Araújo (PCdoB), a sessão teve como objetivo ouvir dos secretários esclarecimentos acerca das diversas denúncias de perseguição, punições e descontos na folha de pagamento dos servidores da Sesttran. Muitas destas denúncias foram encaminhadas aos Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Estadual.

O vereador Jairo Araújo deu início aos trabalhos perguntando qual legislação o secretário utiliza para embasar as decisões que toma em relação aos agentes de trânsito e Guarda Municipal. Após responder que se baseava na CLT Santana afirmou que ele é vítima de assédio, não os servidores. Para justificar suas decisões, apresentou slides narrando sua trajetória à frente da secretaria. Vale destacar que atualmente cerca de oito servidores encontram-se com problemas psíquicos em virtude do clima tenso e das perseguições impostas na Sesttran. Santana desprezou o estado de saúde dos trabalhadores, declarando que “estão adoecendo para não trabalhar”.
Ao ser questionado sobre a mudança no teto de pontuação dos agentes de trânsito, que ele cortou pela metade – de 10.000 para 5.000 pontos, passando por cima do decreto do prefeito, o secretário afirmou que a pontuação “era uma aberração, uma imoralidade”, mas admitiu não conhecer o teor do decreto.
Como resultado da sessão, o secretário aceitou participar de uma mesa de negociação composta por representações da Câmara, dos servidores, da Procuradoria e da Sesttran, no sentido de equacionar possíveis descumprimentos da legislação e buscar um caminho de pacificação das relações dentro daquela secretaria.


Pimenta

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.