Para ACM Neto, projeto de "Escola sem Partido" é descabido




O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), criticou o projeto de lei “Escola sem Partido”, proposto pelo filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Eduardo Bolsonaro. Em entrevista ao radialista Mário Kertész, na Rádio Metrópole, nesta terça-feira (27), o presidente nacional do DEM afirmou que é contra essa discussão na Câmara dos Deputados.
“Não existe que professor fazendo militância política. Vai censurar, monitorar o que o professor está falando em sala de aula? É descabido”, disparou. “Jamais se fosse presidente iria ver com antecedência a prova do Enem. Isso não existe”, completou. 
O prefeito também criticou a forma como novo governo conversa com a China, uma dos principais parceiros comerciais do Brasil.
“A China é essencial para commodities do Brasil. Não é porque a China tem regime comunista que nós vamos deixar de dialogar com a China. Me preocupa muito que o governo queira apagar um passado equivocado de um viés ideológico de esquerda imprimindo um viés ideológico de direita”, contou.

Bahia notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.