Em Candeias, casal é preso acusado de matar bebê de cinco meses




Um casal foi encaminhado à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Candeias sob acusação de espancamento até a morte da filha bebê de apenas cinco meses. Além do espancamento, Elissandro Lima da Silva e Marileide Araújo dos Santos, ambos com 28 anos, foram acusados, ainda, de estuprar a filha. Os suspeitos negam a acusação, mas não sabem dizer o que levou a criança a óbito.
Segundo a Polícia Civil, o Conselho Tutelar foi acionado depois que a menina deu entrada em uma unidade de saúde, naquela cidade, apresentando ferimentos graves num dos olhos e na região genital. A mãe de criança alegou que a filha estava com conjuntivite e por isso teria lhe socorrido para o hospital.
Os pais da criança vieram de Alagoas para trabalhar na Bahia e foram presos em flagrante após o fato. Populares tentaram invadir a DEAM para espancar os suspeitos, mas não conseguiram. Os dois foram autuados por homicídio qualificado e estupro e devem ser encaminhados para o sistema prisional.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.