Taxista que foi espancado em briga de trânsito na BR 415 morre por traumatismo craniano




Um taxista aposentado de 55 anos morreu na manhã desta terça-feira (16), após passar dois dias internado no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, no sul da Bahia, por conta de um traumatismo craniano. Segundo a polícia, o homem foi espancado no trânsito por um motorista após o aposentado bater no fundo do carro dele.
O acidente ocorreu na noite do último domingo (14), em um trecho da BR-415, no bairro Banco da Vitória. A vítima, identificada como José Luiz da Silva, estava com a companheira no momento da agressão e era morador de Itabuna.
Segundo ela, após a batida, José Luiz informou ao dono do carro envolvido que pagaria as despesas. Mas em seguida, o aposentado passou mal e foi à um posto de combustível na região.
Conforme a mulher, ela permaneceu no local do acidente e o veículo também, mas o condutor do outro carro foi atrás de José Luiz e teria, então, iniciado as agressões.
De acordo com a Polícia Civil, o suspeito do crime foi identificado e é procurado pela polícia. 

G1

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.