Filho encontra mãe morta em barraca de praia abandonada




A dona de uma barraca em Mamoan, na zona norte de Ilhéus, foi encontrada morta, nesta quinta-feira (4). O corpo de Celidalva Pacheco, de 57 anos, tinha sinais de violência sexual. A suspeita é de latrocínio, pois pertences da vítima foram levados.
A mulher foi vista com vida, pela última vez, por volta das 19h de ontem (3), em um bar abandonado, discutindo com um homem que havia sido contratado para fazer reparos em um freezer do estabelecimento da vítima. Suspeita-se que ela tenha sido violentada sexualmente.
O homem contratado para serviço elétrico passou a ser suspeito do crime. Além de ter sido visto discutindo com a vítima, ele teria levado uma TV da residência de Celidalva, por volta das 5h da manhã de hoje (4). O suspeito se dirigia para um ponto de ônibus.

Pimenta

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.