Condenado ex-vereador com dez anos de prisão por queimar ex-cunhada com ácido

Vítima - Maria José de Oliveira Souza
Nesta quinta-feira (18), o ex-verador baiano foi condenado a mais de 10 anos de prisão por jogar ácido em uma vendedora de lanches, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. Um comparsa dele também sofreu a condenação. A informação foi divulgada pela Justiça. O crime ocorreu no dia 30 de maio de 2017.
O ex-vereador, identificado como Roberto das Neves, foi o mandante da ação. O comparsa dele, Edson Eduardo Sales Guimarães, é apontado como autor. Conforme o Ministério Público da Bahia (MP-BA), a vítima, identificada como Maria José de Oliveira Souza, é ex-cunhada de Roberto e teria sido atacada porque o acusado culpava a mulher pelo fim do relacionamento com a irmã dela, Noemi de Oliveira Souza.
A vítima foi ferida no momento em que estava a caminho do trabalho, no bairro Chácara São Cosme, em Feira de Santana. Maria teve queimaduras graves nos braços e tórax. O ex-vereador e o comparsa dele estavam presos desde a época do crime, quando tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça. Nesta quinta, os dois passaram por júri popular.
Conforme a Justiça, Roberto das Neves foi condenado a 11 anos de prisão. Já Edson Eduardo deverá cumprir 10 anos e 4 meses. Ambas as condenações são em regime fechado. Após o julgamento, os acusados foram levados para o Conjunto Penal de Feira de Santana, local onde estavam desde a prisão. Roberto Neves é ex-vereador de São Sebastião do Passé, cidade 70km distante de Feira de Santana. Ele e a irmã da vítima ficaram juntos por onze anos. O relacionamento teria acabado em 2016, um ano antes do ataque.
Testemunhas do crime devem ser ouvidas na quarta-feira (17).
José era morador de Itabuna, também no sul do estado.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.