Cinco vereadores de Itapé são afastados por Ministério Público



Cinco vereadores foram afastados da câmara de Itapé, hoje (16), após o Ministério Público Estadual, com o apoio da Polícia Militar, realizar nesta manhã uma operação de busca e apreensão de documentos na Câmara de Vereadores de Itapé. Segundo o Ministério Público, folhas de cheques que somam mais de R$ 30 mil, foram emitidas sem propósito público e também foram realizadas transferências de valores para contas pessoais.
Os valores, de acordo com o MP, foram utilizados em compras de material para reformar imóveis e alguns vereadores. E o presidente da Câmara, foi afastado por tempo indeterminado, por ordem da justiça, desde o início das investigações, ele é acusado de ter desviado cerca de R$ 22.500.00 da conta da câmara para sua conta bancária. 
Estão afastados também pela operação, o primeiro secretário, Klebson de Jesus Santos; o segundo secretário Clebson Gomes Alves; Agnaldo Santos Filho; e Eduardo Coelho dos Santos. O promotor de justiça Inocêncio Carvalho, irá conversar com o juiz da 27ª zona eleitoral para que convoque os vereadores suplentes, pois na casa só ficaram quatro edis e se torna inviável, colocar pautas em dias.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.