Tornozeleira eletrônica será prioridade para agressores e mulheres




Os agressores de mulheres na Bahia serão monitorados com tornozeleira eletrônica. O termo de compromisso entre as secretarias de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) e de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) será assinado nesta terça-feira (25) na sede da Seap. O objetivo da medida é monitorar acusados ou condenados em casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres.
O termo de Compromisso estabelece como prioridade o uso das tornozeleiras para monitoração dos casos de violência doméstica, em que a medida protetiva com ordem de afastamento da vítima, em qualquer fase da investigação ou processo judicial, tenha sido desobedecida pelo agressor acusado ou condenado. Os demais casos de descumprimento de medida protetiva de urgência não se aplicam ao uso do equipamento, segundo a Seap.
O fornecimento do aparelho será responsabilidade da Seap. À SPM, caberá acompanhar a disponibilização dos equipamentos eletrônicos, monitorar a destinação e informar à Rede de Proteção à Mulher em Situação de Violência quando da liberação do acusado ou condenado. O termo de compromisso prevê também a disponibilização do equipamento para mulheres acusadas ou condenadas para utilização como medida cautelar à privação de liberdade. O objetivo é contribuir para a redução do encarceramento feminino.

1 comentários:

Anônimo disse...

Criminosos que mataram Rafael Pólvora foram identificados e carro apreendido no bairro Santa Inês

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.