Eleitores de Bolsonaros e artistas, entram em conflito no Centro de Cultura Adonias Filho

Foto Vídeo
Ontem à noite (18), no Centro de Cultura Adonias Filho, um grupo de jovens de teatro, que costumam se reunir no local para pautar sobre assuntos da equipe, informaram que todos eles, após um tumulto causado por um senhor que, segundo informações estava participando de uma reunião partidária, foram encaminhados à Delegacia.
De acordo com informações, os jovens estavam após o evento, tocando e ouvindo músicas, quando um dos componentes partidários chegou para reclamar.   
Um vídeo do momento da agressão verbal e a presença de policias, solicitado por um dos rapazes que estava na reunião de partido, está sendo passado em grupos de rede social.
O Centro de Cultura, é um local votado apenas para as artes, ou algum outro evento que não seja de alçada politica, pois conforme regulamento, tal conduta é proibida por lei, ou seja utilizar prédios públicos para qualquer manifestação neste âmbito.
Pelo visto os partidários de Bolsonaro estavam transgredindo à lei, já que solicitaram autorização e a mesma não foi dada, conforme mensagens enviadas por whatsapp.




Ressaltamos que não é a primeira vez que o grupo realiza reunião no espaço.


Por conta disso, o diretor do Centro de Cultura será convocado para prestar esclarecimento na secretaria em Salvador.
Segundo a Art. 73 lei Eleitoral – Lei 9504/97:

São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais:


I – ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, ressalvada a realização de convenção partidária;...




0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.