Candidatos não podem ser presos a partir de hoje(22), somente em flagrante



A partir deste sábado (22), os candidatos para as eleições deste ano não poderão ser presos, a não ser em situação de flagrante do crime. O impedimento está previsto na legislação eleitoral e veda detenções nos quinze dias anteriores à eleição. Após o dia da votação, a restrição deixa de valer, exceto para candidatos que passem ao segundo turno.






0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.