Camelôs são retirados de praça do Santo Antônio sem notificação da Prefeitura Municipal

.
Praça Santo Antônio - momento de retirada das barracas

A prefeitura de Itabuna iniciou nesta quinta-feira, (20), a retirada das barracas da praça do bairro Santo Antônio em mais uma ação considerada arbitrária pela população e comerciantes da localidade. Mas uma vez a "marreta " agindo de forma tirana com à população. A ação não foi notificada pela secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente.
Segundo a Vereadora Charliane Sousa (PTB), moradora do bairro, que repudiou a ação, assim como os trabalhadores e moradores, afirmou que, o executivo municipal não apresentou nenhuma alternativa para os comerciantes. “Não recebi nenhuma notificação desse ato desrespeitoso, e nem os comerciantes. Deveriam ser entregues antecipadamente, para que eles pudessem se planejar e buscar outros espaços. São pais de família que trabalham duro para levar o sustento para seus lares”.
O mínimo que o prefeito poderia fazer era demonstrar respeito à população, com planejamento, ou conversando com os trabalhadores, para ver uma solução adequada, para que não deixem de ganhar o seu sustento, até mesmo porque, a cidade de Itabuna está com um índice alto de desemprego e só vemos mais famílias tendo seu sustento retirado, sem que lhes dê a possibilidade de arrumarem outro ponto  e que seja adequado para trabalho.
Como sempre, podemos ver, o pior governo que a cidade já teve, que acredita que tudo deve ser imposto da forma como ele quer, sem respeito, ferindo à dignidade mais ainda da população que está passando muitas dificuldades nesta administração cheia de truculências.  
A cidade precisa sim, ter seus espaços públicos organizados, até mesmo porque, há um acúmulo de vendedores e produtos nas ruas e praças, mas, não justifica que a prefeitura faça tudo ao seu modo, sem antes buscar uma solução para alocar quem precisa trabalhar. E a câmara de vereadores parabéns por mais uma vez se ausentarem do problemas da cidade.  

Itabuna 24 horas






0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.