Barracas dos Camelôs são retiradas da Praça Adami, empresa privada vai surgir para cobrar estacionamento

Fernando visitando o espaço visando lucros    
Na noite de ontem (08), mais uma vez a truculência do atual prefeito Fernando Gomes, veio dar mais um golpe na população. Aproveitando-se do feriado, os trabalhadores que tinham suas barracas localizadas na Praça Adami, centro de Itabuna, foram surpreendidos com toda uma estrutura de caçambas e caminhões para demolir diversas barracas. Isto sem aviso prévio aos camelôs que ocupavam o lugar..

Estavam presentes no local para concretizar o serviço, funcionários da prefeitura, a empresa biosanear, Polícia Militar, Oficial de Justiça e  a Guarda municipal. Pois, segundo o governo, estava sendo realizada uma reintegração de posse, já que segundo ele a ocupação é irregular. Os camelôs já estão há anos, e entra e sai governo, nenhum dá uma solução para definir um ponto onde os trabalhadores possam vender suas mercadorias.


A surpresa dos ambulantes, se deu por conta de que realizaram a retirada do material sem nenhum aviso prévio, deixando muitos deles no prejuízo, já que algumas das barracas retiradas tinham mercadorias. 


Haviam cerca de 80 barracas na praça. Os camelôs na semana passada fizeram um protesto em frente a câmara de vereadores, reivindicando sobre o local que a prefeitura determinou para que eles trabalhem. Segundo alguns deles, o lugar não dá a segurança de que terão rentabilidade e nem tão pouco tem uma estrutura adequada para abarcar todos os barraqueiros, sem contar que pelo visto o município quer estabelecer pagamento da taxa para utilização do espaço de R$ 200,00 (ainda não definido, pois estava sendo proposto), mas todos alegam não haver condições de pagar determinada taxa.

Vale lembrar que o shopping dos camelôs que foi construído pelo governo anterior, daria possibilidade de 150 boxes para estes trabalhadores, mas a obra não havia sido concluída, por conta de um desabamento na fachada; mas devemos lembrar que o mesmo governo deixou um valor de $300 mil reais para conserto da estrutura e conclusão da obra, valor este que a população se indaga onde foi parar.

Pelo visto o governo da "marreta está apenas com a finalidade de destruir tudo que foi deixado pelo governo passado, visto que até agora, quase dois anos de governo, o mesmo não está dando nenhum retorno positivo aos moradores de Itabuna; mas sim, demonstrando o quanto uma péssima administração está refletindo em todos os setores administrativos. 


A imagem da cidade precisa sim ser melhorada, mas não de forma arbitrária, sem diálogo com ambas as partes, sem aviso e planejamento.

PRAÇA ADAMI (DOMINGO)

Analisando os Fatos...


"O que se parece só uma retirada  dos pobres dos camelos da praça adami em Itabuna, não passa só de um interesse particular."

Há quem diga que Fernando Gomes não dormiu de sexta para sábado, após o desfile de 7 de setembro buscando um modo vingativo e conseguiu. Ligou para o secretário responsável pela Sedur, exigindo que os funcionários retira-se todas as barracas. Ainda no sábado pediu ao Coronel do 15° BPM de Itabuna, que os policias junto com o GCM ,  mantivesse a ordem no local.

E alguns camelôs votaram em Fernando gomes  sonhando que chamando a marreta de Cuma seriam beneficiados em melhorias,hoje estão pagando um preço caro.

A retirada foi bem planejada, sabe-se que no lugar onde os camelôs estavam, de acordo com fonte segura,vai ser um estacionamento privado, para uma nova empresa laranja,
cujo principal arrecadador de fundos para fins pessoais será o prefeito Fernando Gomes.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.