Líder LGBT Marquinho Tigresa é brutalmente assassinado e tem genitália dilacerada


  

Adicionar legenda
   
 


O morador de Bandeira do Colônia, atuante em Itororó, Itapetinga e região,           líder LGBT Marcos Cruz Santana de 40 anos, conhecido como “Marquinhos Tigresa”                           foi brutalmente assassinado durante a madrugada deste sábado, 18, possivelmente      a golpes de faca e teve sua genitália dilacerada. 
Com vários sinais de golpes de faca no pescoço o corpo de Marquinhos foi encontrado próximo a Rodoviária de Itororó por volta das 02h30m por populares que acionaram a polícia militar que atuou na verificação e  acionou o DPT de Itapetinga que fez a remoção do corpo.  
Marquinhos que era homossexual e atuava divulgando eventos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros) em toda a região e por diversos anos realizou em Itororó a Parada Gay, evento anual que contava com a colaboração de toda a comunidade, o mesmo já foi candidato a vereador e tinha uma associação na cidade, atuando como palestrante sobre DST. 
Toda a população está revoltada com o assassinato do jovem que era tido como figura folclórica em Itororó, por suas brincadeiras diárias. A polícia afirmou que ainda não recebeu nenhuma denúncia a respeito do ocorrido, mas, aguarda a qualquer momento que a população repasse alguma informação. 
  

Informações do Blog Itororó Já 



0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.