Ex-prefeito de Itapetinga terá que devolver $ 183 mil por irregularidades em repasse para plano de saúde







O ex-prefeito de Itapetinga, José Carlos Cerqueira Moura, foi julgado, na quarta-feira (8)           pelo 
Tribunal de Contas, por irregularidades no repasse à Unimed de valores descontados na folha de pagamento dos servidores públicos para a quitação do plano de saúde, no exercício de 2015. O conselheiro Fernando Vita, que foi o relator, determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$183.320,45, com recursos pessoais, referente a pagamento efetuado à Unimed sem respaldo contratual e multou o gestor em R$15 mil. 
As irregularidades foram apontadas pelos auditores, nos pagamentos a Unimed Sudoeste, por faltar ausência de controle do fluxo de pessoal registrado em folha de pagamento, assim facilitando a prática de pagamento irregular de despesa, sem previsão contratual, no importe de R$183.320,45, além da realização de pagamento de despesa, também sem previsão contratual, no valor de R$127.495,13. 
Segundo informações não fica claro a apropriação de recursos consignados em folha de pagamento de servidores, mas constatou-se que houve ausência de controlar o fluxo de funcionários registrados na folha de pagamento. Constatando assim, que o afastamento do servidores municipais na eram comunicados a UNIMED, que continuava a exigir o pagamento pelo município, do valor referido dos colaboradores afastados. 


 (Itabuna 24 horas)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.