“Diferença” nas imagens de assassino de enfermeira causa “burburinhos”, mas ele confessou o crime para a família antes de fugir

 Jefferson Costa Nascimento, o “Quinho”, acusado de atacar a técnica de enfermagem, Maria Ferreira Lima, que acabou morrendo, após a queda provocada pelo assaltante, semana passada, em Itabuna. Pois bem, a prisão de Jeferson em São Paulo e a divulgação de sua foto gerou uma série de “burburinhos”. Muitos afirmam que ele não se parece nada com o homem do assalto, cujas imagens foram registradas pelas câmaras de segurança da rua onde Maria foi atacada. No entanto, o acusado confessou o crime, segundo sua própria família, antes de fugir para São Paulo, onde foi detido dentro de um ônibus, pela Polícia Rodoviária Federal, em São José do Rio Preto. Ele também foi reconhecido por testemunhas. Além disso, deve-se levar em consideração o fato de que as imagens do assalto, aquelas divulgadas pela polícia, foram reproduzidas por celulares para divulgação. Isso costuma alterar e muito a qualidade de fotos e vídeos. A fuga, contou os familiares para a polícia, aconteceu após o acusado saber da morte da vítima.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.