Yunes, ex-assessor de Temer, é preso pela Polícia Federal

O advogado José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer, foi preso nesta quinta-feira (29), em São Paulo, pela Polícia Federal. As informações são do portal G1. A prisão de Yunes foi autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que apura irregularidades no decreto dos portos. Ao G1, a defesa de Yunes confirmou a prisão e criticou a decisão da Justiça. "É inaceitável a prisão de um advogado com mais de 50 anos de advocacia, que sempre que intimado ou mesmo espontaneamente compareceu a todos os atos para colaborar. Essa prisão ilegal é uma violência contra José Yunes e contra a cidadania", afirmou o advogado José Luis de Oliveira Lima.

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.