Dupla que praticava extorsão vai cumprir pena em Itabuna

O Juiz Daniel, da Comarca de Ibirapitanga, sentenciou, nesta sexta-feira (23), Oneilson da Silva Santos (One), e Oelton Nunes dos Santos (Pinguim), a 26 anos de prisão em regime fechado. A dupla foi condenada por roubo, extorsão e organização criminosa. O magistrado ainda condenou a dupla a pagar uma indenização no valor de R$ 20 mil reais por prejuízos causados a uma vítima, a saber: R$ 7.000,00 oriundos de uma transferência bancária; R$ 6.000,00 referentes ao valor de uma motocicleta não recuperada e R$ 7 mil a título de dano moral. A dupla está presa na Delegacia Territorial de Ubatã desde o dia 11 de janeiro de 2018, quando foi detida pela Polícia Militar. Segundo as investigações, os dois faziam parte de uma quadrilha liderada por Bruno Igrapiúna, morto em fevereiro em confronto com a polícia e vinha praticando extorsão a comerciantes em Itamarati, distrito de Ibirapitanga. A dupla extorquia as vítimas ameaçando parentes que, por temor, acabavam sucumbindo às chantagens. A Polícia estima que toda a quadrilha amealhou pelo menos R$ 700 mil reais com as extorsões. Numa operação realizada em fevereiro, 10 integrantes da quadrilha morreram em confronto com a Polícia em Itamarati, Ibirataia, Alagoinhas e Simões Filho. Em tempo, Oneilson e Oelton serão encaminhados para o presídio de Itabuna, onde cumprirão a pena. (Ubatã Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.