Detento é morto no presídio de Eunápolis

A Polícia Civil de Eunápolis abriu um inquérito para apurar a morte do detento Esdras Ferreira dos Santos. Ele tinha 23 anos e foi encontrado enforcado em uma cela do presídio, na madrugada desta quarta-feira (14). Segundo a perícia, o preso foi encontrado com uma corda feita de lençóis, também conhecida como ‘Tereza’, enrolada ao pescoço e presa à grade. Os agentes de disciplina do conjunto penal informaram que, por volta das 2h50, foram alertados por outros internos de que Esdras tinha cometido suicídio. O corpo foi removido do local por volta das 8h da manhã, após a realização da perícia. O exame médico legal deve apontar se houve assassinato ou suicídio. Esdras estava preso desde 9 de junho do ano passado, horas depois de ter invadido uma casa no bairro Itapoan, em Eunápolis e assassinado o mecânico Leandro dos Santos Lopes, 30 anos. As investigações apontaram que ele agiu juntamente com dois comparsas. Um deles, menor de idade, foi apreendido na mesma ocasião. Em 2015, segundo a polícia, Esdras e dois cúmplices assaltaram um pedreiro em uma obra no bairro Colonial, roubando o carro da vítima. O trio acabou preso poucos dias depois. Esdras era natural de Itapebi, mas morava no bairro Itapoan, em Eunápolis. (Radar64)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.