Acusado de matar PM em São José pega 25 anos de prisão

Uillian da Silva Guimarães de 35 anos, acusado de matar um soldado da Policia Militar, foi condenado a 28 anos de prisão, pelo juiz, Wilton Sobrinho da Silva, da 1ª Vara da Justiça Federal de Itabuna. O crime ocorreu em maio de 2015, durante uma tentativa de assalto a uma agência dos Correios da cidade de São José da Vitória.O PM Denisson Rodrigues Sampaio, 31 anos, foi surpreendido com tiros quando entrava na agência para atender à ocorrência relacionada aos criminosos que tentavam assaltar a instituição. Conforme a polícia, dois integrantes da quadrilha dispararam um tiro contra a cabeça do policial, que acabou morrendo no local. Ao cair, o soldado ainda foi atingido por mais disparos feitos por comparsas que davam cobertura do lado de fora da agência. Uillian Guimarães que é natural de Porto Seguro foi preso após três meses do crime, por policiais federais no município de Cachoeira de Itapemirim, Espírito Santo (ES), que investigavam a ação em parceria com policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe)/Mata Atlântica. O condenado foi levado para o Presídio de Itabuna, onde está preso desde 2015. A pena deve ser cumprida em regime inicialmente fechado. Três homens armados entraram na agência e anunciaram o assalto. Após receber ligação anônima informando a situação, o policial foi sozinho até a unidade. Imagens de câmera de segurança mostraram o momento em que, antes de entrar, Denisson é baleado por um dos homens que estava dentro do banco. Ele se desequilibra e cai com a mão no rosto. Em seguida, dois homens deixam a agência, enquanto que um terceiro, que estava do lado de fora, se aproximado e chuta o soldado. A polícia informou que o PM ainda foi baleado outras vezes quando estava caído. (Bahia Dia a Dia)

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.