NÃO HÁ UMA SÓ OBRA DO GOVERNO RUI COSTA EM ITABUNA

 Tenho ouvido o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Cuma), insistentemente declarar, que apóia a reeleição do atual governador da Bahia, Rui Costa (PT), porque ele tem sido um excelente gestor e trabalhado muito para ajudar Itabuna. E recorro a história política da cidade, para relembrar que este mesmo Cuma, era quem mais atazanava todos os petistas, inclusive esbravejando que o PT era partido de vagabundos e ladrões Era. Parece não ser mais, pois o próprio Cuma é atualmente, o maior cabo eleitoral do PT no sul da Bahia. Mas, o que está por trás desse inusitado compadrio entre Cuma e o candidato do PT? O que tem feito em Itabuna, o governo do estado? Essas indagações não podem ter respostas sinceras de Cuma e Rui. Ambos dirão que amam a cidade e querem o melhor para ela. Lorota. Conversa pra boi dormir. O que está por trás do Cuma está à frente da defesa do petista, é o salvo conduto judicial e policial, que apenas um governador pode assegurar para um prefeito aliado. Não houvesse essa cooptação e o prefeito de Itabuna hoje, não seria Cuma. Quanto a estapafúrdia afirmação, de que Rui "tem sido um excelente gestor e trabalhado muito para ajudar Itabuna", a comprovação de que isto é uma mentira, está no fato de que não existe uma só obra do petista governo da Bahia em Itabuna. Portanto, o que está justificando Cuma se rebaixar a ser lacaio dos petistas, é seu temor dos processos e condenações judiciais, o submetam à condições asfixiantes na política e resultem em exoneração do cargo, com consequente inelegibilidade, por longos 8 anos. E só o governador pode livrá-lo desses problemas. Quanto a Rui Costa, as pesquisas eleitorais apontam, que suas expectativas de manter-se no cargo, não são muito favoráveis e por isso não são poucos os seus esforços para cooptar políticos da oposição, que possuem pendências jurídicas em setores que ele exerce absoluta influência. E isto significa, que ambos são iguais a dois náufragos à deriva em barco furado, fadados ao fatídico afogamento

0 comentários:

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.