Homicídio em Ilhéus; matou, mutilou e queimou companheiro


Gersivaldo Cardoso Guimarães e Bruno Prado Silva foram presos pela Polícia Civil de Ilhéus, na madrugada deste sábado (27), acusados de participação no assassinato de Danilo Roque. Segundo a polícia, Gersivaldo matou Danilo a pauladas, cortou e queimou parte do corpo do companheiro, escondendo-o em uma caixa d´água. 
Gersivaldo e Bruno
O crime ocorreu no Jardim Atlântico. Bruno Prado denunciou o homem durante plantão policial e narrou como o crime foi praticado. Uma equipe foi até a residência. Decorador famoso em Ilhéus, Gersivaldo estava se preparando para fugir quando a polícia chegou. Ao receber voz de prisão e ordem para mostrar onde estava o corpo de Danilo, o decorador levou os policiais a uma caixa d´água vazia em um dos cômodos do imóvel. Parte do corpo não foi encontrada. Os braços da vítima, de acordo com a polícia, foram lançados em um matagal. Bruno, que denunciou o decorador, também foi preso por tê-lo ajudado a tentar esconder o cadáver. Os braços da vítima ainda não foram localizados por terem sido jogados em área matagal de difícil acesso. O corpo está no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus.

1 comentários:

Anônimo disse...

Ninguém procura investigar a vida da 'vítima' ne?

Postar um comentário

Não sera permitido a publicação de comentário com palavra de baixo calão.